Super aplicativos versus aplicativo próprio


Temos falado muito aqui sobre como na era digital estamos sempre conectados. É difícil encontrar alguém que não possua alguns aplicativos em seu smartphone, isso porque eles trazem uma enorme facilidade para os usuários e eles podem ser utilizados para melhorar a relação entre cliente e empresa, por exemplo. Sabendo disso vamos explicar a diferença entre um aplicativo próprio e um super app. 


O que são esses super apps: 


Antes de mais nada, se você está se perguntando, os “super apps” consistem em aplicativos que disponibilizam em um só lugar uma variedade de serviços usados no dia a dia dos usuários. Alguns exemplos desses serviços são: chat, entrega de comida, pagamentos, pedidos de táxi, e por aí vai. Mas, por mais que o cenário pareça favorável, existem desafios para implementar esse processo no Brasil. O grande desafio desse modelo no Brasil é a adesão do e-commerce em si no país. O fenômeno WeChat O maior exemplo de super app que temos atualmente, o aplicativo foi criado na China em 2010 e é considerado o mais popular do mundo, ficando atrás apenas do WhatsApp. O que o caracteriza como um super app é o fato dele ser completo. Através de um único aplicativo é possível publicar fotos, conversar com os amigos, solicitar serviço de delivery, marcar consultas médicas, jogar, basicamente qualquer coisa que você imaginar é possível fazer pelo WeChat. O Super app WeChat é um sucesso e tem despertado o interesse de grandes empresas de tecnologia como o Facebook e Amazon que estão em uma espécie de competição para conseguir popularizar e desenvolver o conceito. Com um alto tráfego de usuários, os super apps chamam a atenção das empresas que buscam resultados a curto prazo por meio das plataformas online, mas será que eles são a melhor solução? Com uma concorrência elevada, os usuários buscam na maioria das vezes pelos menores preços, o que prejudica a margem de lucro dos estabelecimentos que já está comprometida com a comissão cobrada por essas plataformas. Por isso, antes de aderir a um super apps é importante analisar e observar se a “conta fecha”. 


Aplicativo próprio:


A sua empresa ter um aplicativo próprio traz inúmeros benefícios, além de agregar mais facilidade a experiência do consumidor. Com seu próprio aplicativo a sua marca terá reconhecimento. Através do aplicativo a empresa consegue estreitar a relação com os clientes: Porque consegue disparar mensagens de forma instantânea aos usuários, apresentando notificações de lançamentos, promoções e até mesmo cupons de desconto, normalmente exclusivos aos clientes que possuem o app. Além disso, existe a possibilidade de usar esse aplicativo como uma espécie de cartão de fidelidade, oferecendo alguns benefícios aos usuários que o baixarem e utilizarem os dados de consumo em benefício próprio, observando padrões de consumo conseguem aumentar o engajamento dos clientes na plataforma e as taxas de fidelização. 



E o seu supermercado já tem um app próprio ou está em um super app? Converse conosco, podemos ajudá-lo!